CAOS TOMA CONTA DA PREFEITURA DE PERI-MIRIM

0
Comentários

O prédio da Prefeitura Municipal de Peri-Mirim, na Baixada Maranhense está ocupado por servidores públicos, desde a última segunda-feira (6).
O motivo é que o atual prefeito Geraldo Amorim (PMDB) se recusa a pagar os 280 funcionários, que foram nomeados e empossados, no último concurso realizado em 2015, pelo ex-prefeito João Felipe (PT).

Prefeitura de Peri-Mirim ocupada por manifestantes

O prefeito ainda não baixou nenhum decreto pra afastar os funcionários do cargo, mas tenta, na Justiça, anular a nomeação desses servidores.
Já os vereadores votaram, na Câmara Municipal, pela anulação da sessão de aprovação do concurso.

Segundo os manifestantes, não há prazo para a desocupação do prédio da prefeitura.
“Nós vamos ocupar o prédio até que a Justiça dê um parecer favorável pra gente.”, afirmou o professor Cléber Ferreira.
Segundo Geraldo Amorim, o orçamento para o pagamento desses servidores iria extrapolar os 54% permitido para pagamento de pessoal do Município de Peri-Mirim.
Mas os servidores alegam que, desde que foram chamados pelo ex-prefeito João Felipe (PT) recebiam seus salários em dia. E que no ano passado, até mesmo o décimo terceiro foi pago sem comprometer o orçamento do antigo gestor.
“Ele alega que o gestor anterior sobrecarregou a folha de pagamento e com isso ele vai exceder a lei de Responsabilidade Fiscal. Só que foram feitos os cálculos, e a gente constatou que isso não é verdade.” Disse o professor João de Deus.
Outro agravante da situação é o fato de o prefeito estar contratando pessoas para desempenhar as tarefas dos servidores concursados, já foram 200 contratados, além de estar designando professores do programa federal Projovem Campo – Saberes da Terra, para substituírem os professores aprovados no concurso.
“A gente sabe que têm muitas pessoas contratadas e elas já tiveram seus dinheiros colocados nas suas contas.” Afirmou o professor Adeílton dos Santos.
Os manifestantes já até colocaram uma placa de vende-se, no prédio da prefeitura. Segundo eles, se alguém comprar, o prefeito vai ter dinheiro para pagar os funcionários…

Placa de venda na prefeitura de Peri-Mirim

Mas o prefeito continua afirmando que, enquanto não sair uma decisão judicial, os servidores vão permanecer sem receber seus salários.
“Eles podem ocupar. Eu vou trabalhar em outro lugar e pronto!”. Foi o que decidiu o prefeito Geraldo Amorim.

Prefeito Geraldo Amorim

Um dos principais problemas ocasionados por esta situação é a falta de aula para as crianças do município, já que os professores iriam atuar na Educação Infantil e no Ensino Fundamental.
O deputado Zé Inácio cobrou hoje (9), na Assembleia Legislativa do Maranhão, uma solução para o caso dos concursados de Peri-Mirim.
Além disso, a cidade se encontra em estado de total abandono. A falta de infraestrutura está tirando o sono dos moradores.
Como o prefeito não manda recuperar as vias, um dono de um posto de combustível, junto com os seus funcionários, resolveu tapar os buracos da rua da Barragem, no Bairro do Portinho. A reação do prefeito quando viu o serviço foi passar com o carro por cima do cimento que cobria os buracos e desmanchar tudo.

População tapando buracos nas ruas

O lixo toma conta da cidade desde o último festejo de São Sebastião, em janeiro e animais circulam livremente pelo centro da cidade.

Animais e lixo nas ruas

Outra medida tomada por Geraldo Amorim foi o fechamento do hospital do município, que foi reformado pelo seu antecessor. Ele transferiu os pacientes para uma clínica que se encontra em reforma, a qual pertence ao próprio prefeito e está alugada para a prefeitura.
Segundo os pacientes, faltam material e medicamentos na clínica e até agora a unidade de saúde não tem diretor.

 

Reforma da clínica do prefeito

Quando alguém tenta reclamar da atual situação do município é tratado mal pelo “Doutor Caralho”, como é conhecido o prefeito, por causa do uso do seu palavrão favorito.

Prefeito de Peri-Mirim 

Enquanto a Justiça não toma uma providência, a população de Peri-Mirim padece com a má gestão do prefeito Geraldo Amorim, que já administrou a cidade em outra ocasião.

Seja o primeiro a comentar em "CAOS TOMA CONTA DA PREFEITURA DE PERI-MIRIM"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*