Presidente do IPHAN, Katia Bogéa, derruba dois ministros no Governo Temer e sai fortalecida na crise

0
Comentários

Quem conhece a competência e a  seriedade do trabalho da  presidente nacional do IPHAN, Kátia Bogea, não tem dúvida que ela foi o pivô da crise na instituição que levou a queda de dois ministros de estado: Marcelo Calero, da cultura e agora o todo poderoso Gedel Viera Lima(PMDB), ministro da secretaria de governo.

Kátia, linha dura!

Kátia, linha dura!

Na gíria do Nordeste se diz que essa mulher é carne de pescoço; osso duro de roer. Kátia Bogea foi superintendente estadual estadual do órgão no Maranhão por várias vezes. Ocupou o Iphan  no período de 2003 a 2015. Por aqui lutou para valorizar o patrimônio arquitetônico e histórico de São Luís. Para isso teve que comprar muita briga com poderosos, contrariando interesses políticos e econômicos.

Kátia foi indicação do senador João Alberto

Kátia foi indicação do senador João Alberto

Sua última façanha no Maranhão foi a queda para o alto. Quando perdeu o cargo federal no Estado para um indicado  do deputado federal   Waldir Maranhão(PP). Corre nos bastidores que a sua demissão foi um pedido do governador Flávio Dino(PCdoB) a ex-presidente Dilma Rouseff(PT). Com a chegada do Temer ao poder ela assume a presidencia nacional do IPHAN, órgão ligado ao Ministério da Cultura.

Roberto Freire, toma posse como novo ministro da cultura

Roberto Freire, toma posse como novo ministro da cultura

Na posse  Roberto Freire(PPS), no Ministério da Cultura Kátia Bogea saiu fortalecida. O novo ministro garantiu que a decisão dela será mantida.

Kátia Bogéa, teria procurado  o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Claudio Lamachia, em busca de apoio contra interferências políticas no órgão; encontro ocorreu quatro dias depois de o ministro Marcelo Calero ter deixado o cargo alegando ter sofrido pressões do colega Geddel Vieira Lima para que o Iphan liberasse a construção de do espigão de luxo Bahia onde ele comprou um apartamento.

Quem é Kátia Bogea?

katia_valendoNascida em Lagarto (SE), é graduada em História pela Universidade Federal do Maranhão (1984) e especialista em historiografia Brasileira e Regional pela Universidade de São Paulo (1988). Desde novembro de 1979 radicou-se no Maranhão, atuando exclusivamente em atividades na área do patrimônio cultural, ao entrar como estagiária em 1980 na recém-criada Superintendência Regional do Iphan, onde dedicando toda a sua vida profissional à pesquisa do patrimônio maranhense e ao trabalho de preservação e proteção do Centro Histórico de São Luís e Alcântara. Ocupou o cargo de Superintendente do Iphan no Maranhão no período de 2003 a 2015. Durante sua gestão, juntamente com a equipe técnica da instituição, articulou o PAC Cidades Históricas junto à Prefeitura de São Luís. Na área do patrimônio imaterial realizou o registro do Tambor de Crioula e do Complexo Cultural do Bumba Meu Boi.

 

 

 

Foi orientação da prsdiente não ceder

Seja o primeiro a comentar em "Presidente do IPHAN, Katia Bogéa, derruba dois ministros no Governo Temer e sai fortalecida na crise"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*