Eleições 2018: Com a quebradeira das empreiteiras, Mateus vira a “noiva” mais cobiçada do pedaço

0
Comentários

Com a quebradeira das empreiteiras provocada pela Operação Lava a Jato e a possível  criminalização do Caixa 2 fica muito complicado manter  o status do poder econômico criado em torno das campanhas majoritárias de governador. Aqui no Maranhão o desespero já começou. Quem dá mais pelo Grupo Mateus? O maior conglomerado atacadista do Norte e Nordeste!

Dino contou com o apoio da AL para aprovar o projeto da redução fiscal

A disputa  começou essa semana com a votação do projeto de redução de ICMS proposto pelo Governo do Maranhão, encaminhada à Assembleia Legislativa do Maranhão. Na proposta seria reduzido de 18% para 2% o imposto de circulação de mercadorias para atacadistas com patrimônio acima de R$ 100 milhões de reais. A proposta contempla um gigante do mercado ou no máximo dois atacadistas do Maranhão.  No caso o Grupo Mateus e o Comercial Rofe. A alíquota foi aprovada hoje a tarde na AL.

Mateus e o secretário de indústria e comercio do Governo Roseana

Na prática o financiamento público de campanha viria de forma  escamoteada na redução de impostos. Os mais ingênuos do Maranhão sabem que isso sempre aconteceu. Agora a aposta é para saber quem dará mais vantagens na redução fiscal e marcar a data do casamento.

 

Seja o primeiro a comentar em "Eleições 2018: Com a quebradeira das empreiteiras, Mateus vira a “noiva” mais cobiçada do pedaço"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*