Três meses após apresentar emenda contra abuso de autoridade de juízes e promotores Weverton Rocha vira réu no STF

0
Comentários

Tem um dito popular que diz que a vingança é um prato que se come frio. Tudo leva a crer que a ação que  tornou réu  o deputado federal Weverton Rocha(PDT) no Supremo Tribunal Federal pode ter sido uma retaliação do corporativo do  Judiciário.

Passados exatos três meses da apresentação da emenda pelo deputado maranhense no pleno da Câmara Federal que tratava de combater abuso de autoridade  de juízes e promotores no exercício da magistratura, o líder da bancada do PDT vira réu no processo de supostas irregularidades em obras do Ginásio Costa Rodrigues.

O deputado do PDT foi muito corajoso ao peitar o corporativismo do Judiciário . A emenda foi aprovada, na época  por 313 votos contra 132 e 5 abstenções. Tem uma máxima que é atribuída ao Sarney que não se deve brigar com quem veste saia. No caso mulher, padre e juiz!

 

 

 

Seja o primeiro a comentar em "Três meses após apresentar emenda contra abuso de autoridade de juízes e promotores Weverton Rocha vira réu no STF"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*