Wellington defende indígenas e cobra cumprimento de Termo de Compromisso firmado com o Governo do Maranhão

0
Comentários

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) ouviu os anseios de indígenas que, na manhã desta quarta-feira (7), ocuparam a entrada principal da Assembleia Legislativa e iniciaram um protesto, a fim de cobrar o cumprimento de promessas feitas pelo Governador em 2015.

Na ocasião, Wellington colocou-se à disposição e afirmou que não se pode continuar só “conversando” sobre direitos, mas sim efetivá-los.

“Após ouvir os anseios dos indígenas, vemos que a principal ‘reivindicação’ faz referência à educação. Os índios são cidadãos e, como tais, merecem atenção e respeito. Chega de ficarmos conversando, discutindo sobre direitos. Precisamos é efetivar. É por isso que eles estão aqui: na busca por direitos básicos, como educação.”, destacou.

Wellington afirmou ainda que irá cobrar, mais uma vez, ao Governo do Maranhão a efetividade de ações em defesa da educação.

“Um ano se passou e as promessas feitas aos indígenas não foram cumpridas. Resultado disso? Os índios ocupam a Assembleia, novamente, como forma de protesto. Foram compromissos firmados entre o Governo e as tribos. Prometeram a construção de escolas, a contratação de diretores, vigilantes e merendeiras, a regularização do transporte encolar, entre outros. Infelizmente, segundo os indígenas, nada foi feito. Iremos cobrar, mais uma vez, a efetividade dessas promessas. Direito é pra ser cumprido e não apenas discutido.”, afirmou Wellington.

ENTENDA O CASO:

Após 01 ano e 05 meses, os índios de tribos de Grajaú, Barra do Corda, Jenipapo dos Vieiras e outros municípios voltaram a Assembleia para cobrar o cumprimento de promessas feitas pelo Governador do Estado, no dia 07 de julho de 2015.

“A gente só queria que eles cumprissem o que prometeram. Nós somos índios e não bichos.”, reivindicou a índia Elinete, da aldeia de Bananal.

De acordo com o Termo de Compromisso que foi assinado pelo Governo do Maranhão, realizado na Sede da Ordem dos Advogados do Brasil – Conselho Seccional do Maranhão – OAB∕MA, prometeu-se:

1. CONSTRUÇÃO DE 51 ESCOLAS EM ÁREAS INDÍGENAS (ISSO EM 2015) E CONSTRUÇÃO DE 16 ESCOLAS EM 2016 NOS MUNICÍPIOS DE ARAME, CENTRO NOVO DO MARANHÃO, FERNANDO FALCÃO, ITAIPAVA DO GRAJAÚ, JENIPAPO DOS VIEIRAS .

2. CONTRATAÇÃO DE DIRETORES, VIGILANTES E MERENDEIRAS:

3. REATIVAÇÃO DO CONSELHO INDÍGENA

4. CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES INDIGENAS

5. CURSOS PROFISSIONALIZANTES PARA OS INDÍGENAS QUE TERMINARAM O ENSINO MÉDIO.

6. RECONHECIMENTO DAS ESCOLAS INDÍGENAS

7. CONSTRUÇÃO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO

8. HABITAÇÃO – CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES E IMPLANTAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA COMBATER A FOME.

9. ASSENTO NA SECRETARIA ESTADUAL DE IGUALDADE RACIAL

10. O TRANSPORTE ESCOLAR

Seja o primeiro a comentar em "Wellington defende indígenas e cobra cumprimento de Termo de Compromisso firmado com o Governo do Maranhão"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*