Grupo Mateus fica com o consumidor abrindo lojas no “dia do comerciário”…

Grupo Mateus fica com o consumidor abrindo lojas no “dia do comerciário”…

Se a moda pega no dia do médico muita gente iria morrer a míngua se todos os profissionais cruzassem os braços. Se  tem algo absurdo é essa lei burra e extemporânea de fechar comércio, multando e penalizando empresas. Uma ditadura que vai contra as relações do trabalho-empresa e o consumidor.

O Grupo Mateus teve que entrar na Justiça para garantir um direito constitucional de manter as  lojas abertas na Capital. Quem ganha com isso é consumidor.

Com 20 lojas em São Luís, o grupo já oferece serviço 24h com loja na Cohama; Forquilha e Araçagy com atendimento aos domingos até as 18h. E as demais de de domingo a domingo até ao meio dia.

O correto é que o Sindicato dos Comerciários brigue por mais vagas de empregos e que seja cumprido a jornada de trabalho como manda a CLT.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *