IPTU PMSL

SEMOSP

Crise no Democratas – Presidente estadual do DEM desautoriza Zé Reinaldo a falar pelo partido no Maranhão

Crise no Democratas – Presidente estadual do DEM desautoriza Zé Reinaldo a falar pelo partido no Maranhão

O presidente estadual do partido Democratas, Juscelino Filho(DEM) foi enfático ao dizer que o deputado federal José Reinaldo(sem partido) não tem autorização para falar pelo partido no Maranhão.

“Todos os movimentos que estamos  fazendo com o DEM no Estado é em comum acordo com a Direção Nacional. Temos plena sintonia com o senador Agripino Maia e com o prefeito de Salvador ACM Neto. Eu fui surpreendido com essa declarações do Zé Reinaldo. Eu não esperava isso dele. Até porque o ex-governador não tem nenhuma legitimidade para falar pelo DEM. Ele fala como dirigente do partido, ele nem filiado  ao Democratas ele é no Maranhão. Então ele se equivocou. Ele tem o direito de falar por ele. Mas aqui no DEM do Maranhão quem fala sou eu”, enfatizou Juscelino Filho.

Para enfatizar que tem força na Direção Nacional o deputado federal Juscelino Filho gravou um vídeo com o futuro presidente do DEM  que irá substituir o atual presidente  o senador Agripino Maia.

A crise aconteceu depois que o ex-governador declarou que seria candidato a senador pelo DEM, mesmo que não fosse na chapa dos comunistas. Isso abriu uma crise na possibilidade de Zé Reinaldo concretizar sua filiação. Os democratas são aliados do Governo Flávio Dino.

“Serei candidato em qualquer situação”, diz Zé Reinaldo

“Hoje o DEM está muito próximo do Governador Flávio Dino, mas não se sabe como vai ficar essa configuração nacional. Nós só teremos certeza do quadro político depois da escolha dos candidatos dos principais partidos. Hoje os partidos são muito fortes, o fundo partidário deu um poderoso instrumento para as direções partidárias, de forma que que  não vai haver liberdade nos diretórios estaduais para definirem as suas coligações. Certamente haverá uma influência da Direção Nacional e isso pode manter ou pode não o atual acordo preliminar com o governador. O certo de tudo isso é que serei  candidato a senador em qualquer situação, sentenciou o ex-governador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.