IPTU PMSL

SEMOSP

PT reitera apoio a Flávio Dino e reivindica participação na chapa majoritária

PT reitera apoio a Flávio Dino e reivindica participação na chapa majoritária

Resolução assinada pelo presidente estadual Augusto Lobato garante o partido na base do governador em 2018

Diante de uma série de especulações sobre o destino do PT na eleição de 2018, a Comissão Executiva emitiu uma resolução (veja imagem) que assegura a aliança com o PCdoB na eleição de 2018, visando fortalecer a chapa de Flávio Dino.

O documento reafirma a decisão do IV Congresso Estadual do PT, realizado em maio de 2017, quando os petistas deliberaram apoio à reeleição do governador.

Os petistas reivindicam a vaga de vice-governador ou senador, baseado em dois argumentos fundamentais:

1 – Presente na chapa majoritária, o PT atrai Lula em definitivo para o palanque de Flávio Dino, expulsando o fantasma das duas últimas eleições, quando o petista pediu votos para Roseana Sarney;

Mesmo diante de todos os bombardeios, Lula é um cabo eleitoral fortíssimo, principalmente no Maranhão.

2 – O PT agrega para Flávio Dino um considerável tempo de propaganda eleitoral, fator importante em qualquer disputa.

A participação na chapa majoritária de Flávio Dino é o cenário ideal para o PT. Se não vingar, o partido pode lançar candidatura própria.

Há um risco de a candidatura própria servir como linha auxiliar para Roseana Sarney, mas essa tendência não é tão forte quanto nas eleições anteriores.

No conjunto de tendências do partido, se passar a tese da candidatura própria, dificilmente será um laranja da filha de José Sarney.

Lula presidente

A resolução divulgada pela Comissão Executiva também informa que o partido vai realizar a Caravana em Defesa da Democracia e de Lula Presidente, iniciando por 13 municípios.

Alinhado às orientações do PT nacional, o partido no Maranhão vai mobilizar todos os diretórios municipais e as comissões provisórias para criar Comitê(s) Popular em Defesa da Democracia, visando assegurar a candidatura de Lula à presidência da República.

A iniciativa dos comitês visa criar um movimento nacional junto à opinião pública para desmontar a condenação de Lula e assegurar o direito do petista de disputar a eleição presidencial de 2018.

Fonte: Ed Wilson Araújo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.