TV Assembleia recebe prêmio por contribuição às políticas públicas sobre drogas

TV Assembleia recebe prêmio por contribuição às políticas públicas sobre drogas

Pelo terceiro ano consecutivo, a TV Assembleia é agraciada com o Prêmio REMADD 2018, na categoria Comunicação e Literatura, em reconhecimento e agradecimento à cobertura jornalística dos trabalhos desenvolvidos pela Rede Maranhense de Diálogos Sobre Drogas e de projetos sociais. A diretora-adjunta de Comunicação da Assembleia Legislativa, a jornalista Silvia Tereza, recebeu a premiação, em nome de toda a equipe, na noite de quinta-feira (24), no auditório da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), no Calhau.

Para a diretora-adjunta de Comunicação da Assembleia, é motivo de satisfação e orgulho a TV Assembleia receber, pelo terceiro ano consecutivo, o Prêmio REMADD. “Isto representa um claro reconhecimento do trabalho de toda a equipe, que faz a comunicação da Assembleia, e a confirmação de que a mídia em geral pode dar uma grande contribuição para a efetivação de políticas públicas sobre drogas. Agradeço mais uma vez à REMADD pelo reconhecimento e a Assembleia reafirma seu compromisso com a política pública sobre drogas”, ressaltou Silvia Tereza.

O que é o Prêmio REMADD

O Prêmio REMADD tem por objetivo reconhecer e homenagear, anualmente, pessoas, profissionais e instituições que atuam com destaque na área da política sobre drogas, classificadas pelas seguinte categorias de ação: 1 – Prevenção; 2 – Cuidado e Acolhimento; 3 – Tratamento; 4 – Espiritualidade e Grupos de Mútua Ajuda; 5 – Redução de Danos Sociais e à Saúde; 6 – Comunicação e Literatura; 7 – Justiça e Segurança; 8 – Políticas Públicas; 9 – Parceiros da Vida e 10 – Inserção e Reinserção Sócio Familiar.

“Nosso trabalho é uma prova inequívoca do quanto que o Estado do Maranhão possui condições de avançar no trabalho de execução de políticas públicas sobre drogas, se trabalhar unido, na coletividade. Hoje é o dia de reconhecermos e agradecermos a todos que contribuíram com esse trabalho, dentre os quais destaco o Sistema de Comunicação da Assembleia, que faz um trabalho de vanguarda nesse sentido, quando viaja aos interiores e produz matérias de muita relevância”, disse Erisson Lindoso, presidente da REMADD.

Reconhecimento do trabalho

A promotora de Justiça do Júri Popular de São Luís, Cristiane Maia Lago, representando o procurador-geral de Justiça do Maranhão, Luiz Gonzaga Coelho, falou sobre a importância do evento para o Ministério Público Estadual, elogiou o trabalho da REMADD e alertou sobre o grave problema das drogas no mundo.

“Esse é um momento muito importante para o Ministério Público do Maranhão. Só quem sabe as adversidades que se apresentam para a implantação de políticas públicas sobre drogas é quem enfrenta. Precisamos estar cada vez mais unidos para enfrentar esse grave problema social. Os últimos dados da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre drogas, no mundo, nos assustam, mas não podem nos intimidar. Eles revelam que 243 milhões de pessoas usam drogas ilícitas e que 7 milhões são dependentes químicos. A estratégia principal para o enfrentamento desse problema é a prevenção. É um trabalho que exige amor pelo próximo. Nossa responsabilidade é redobrada com esse ato”, salientou.

1 / 9

+ Notícias

Martin Varão

Martin Varão

Martin Varão é técnico agrícola e eletrotécnica pelo IFMA. Graduado em jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão. Começou a trabalhar profissionalmente em 1992 na Tv São Luís/RedeTv. Depois passou por emissoras como Tv Difusora/SBT, onde exerceu as funções de repórter, editor-chefe e apresentador do Maranhão Rural por 10 anos). Na Tv Cidade/Record foi editor-chefe, repórter e apresentador do Programa Maranhão Empreendedor. Mantém o blog desde novembro de 2012. Contato: zap (98) 98470 0727

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *