IPTU PMSL

SEMOSP

Eleição de Augusto Lobato acirrou ainda mais as “brigas intestinais” do PT no Maranhão

Eleição de Augusto Lobato acirrou ainda mais as “brigas intestinais” do PT no Maranhão

O PT do Maranhão perdeu a oportunidade de colocar na direção estadual do partido alguém a altura que a conjuntura exigia. Agora começa a colher os primeiros resultados com a escolha errada. Augusto Lobato, eleito  presidente estadual dentro de um processo   conturbado, onde    o que prevaleceu foram os interesses de pequenos grupos em detrimento à  unidade e o projeto de poder do partido no Estado.

Quem lutou pela vitoria de Lobato queria mesmo era ver o PT menor e submisso. Sem tirar o mérito do atual presidente, Lobato sempre foi  um grande militante do partido -, mas não tem liderança para dirigir uma legenda complicada como o PT. Sem falar que  existe uma grande diferença na prática. Quem nasceu para ser militante, não serve para dirigir partido.

Partido ficou ainda mais dividido com a eleição de Lobato

Do outro lado quem olhava o PT  por cima do muro,  não tinha dúvidas que o melhor nome para dirigir o partido nessa conjuntura complicada, seria o deputado estadual Zé Inácio Rodrigues. Inácio ganhou eleição no partido, mas perdeu para os interesses das tendencias, divididas em “micropt de sovaco,” sem voto e sem propósito algum. Todas  alheias a qualquer projeto, seja de poder do partido ou num sonho mais distante, quiçá,   em desenvolvimento para o Maranhão.

Deputado Zé Inácio tem fama de pacificador e tolerante. Para muitos do PT, seria o melhor nome para dialogar e superar a crise do partido nessa conjuntura complicada!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.