São Luís 408: ‘Ponte Verde’ melhora mobilidade urbana na Grande Ilha

São Luís 408: ‘Ponte Verde’ melhora mobilidade urbana na Grande Ilha

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), entrega mais uma obra de mobilidade urbana na região da Grande Ilha. A Ponte Verde, entre os municípios de São José de Ribamar e São Luís, entregue nesta quinta-feira (3), encurta a distância entre as duas cidades e melhora o tráfego no local.

O governador Flávio Dino, acompanhado do secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, e do secretário de Governo (Segov), Diego Galdino, inauguraram a obra para celebrar mais uma conquista para a Região Metropolitana de São Luís, mesmo em tempo desafiadores com as consequências econômicas e sociais da pandemia.

 

Flávio Dino conta os benefícios que essa obra traz aos moradores da Grande Ilha. “A Ponte Verde, que tem esse nome em razão da beleza do cenário, cria uma via alternativa para centenas de milhares de moradores dos vários municípios da Ilha. Além disso, beneficia diretamente a capital de todos os maranhenses, a cidade de São Luís que faz 408 anos nesta semana e ainda melhora o fluxo das atividades econômicas na região, portanto contribuindo para a geração de empregos”, disse o governador.

Ponte Verde (Foto: Carlos Pereira)

Já o secretário Clayton Noleto lembrou as ações do Governo do Estado em mobilidade na Ilha de São Luís. “Melhorar o trânsito, melhorar a mobilidade urbana é decisivo para a qualidade de vida das pessoas. Aqui na Ilha, nós já realizamos o Programa Interbairros de integração das diversas regiões dos municípios que ligam a Ilha, o disciplinamento e organização do trânsito da Forquilha e no Araçagy e, agora, a Ponte Verde, que faz a integração da Estrada da Maioba com a Estrada de Ribamar”, comentou.

Com uma estrutura completamente tecnológica, o Corredor de Ligação entre as MA-201 e MA-202 é construído com aterro sanitário e gel sintético e com o sistema construtivo de muros de contenção, que resulta da montagem de blocos pré-fabricados através de encaixe a seco, sem nenhum tipo de argamassa ou concreto durante a execução da obra, o que torna a estrutura mais resistente e durável.

A ponte tem uma extensão de 220 metros de comprimento e 11 metros de largura e possibilitará a via dupla de trânsito, encurtando o caminho entre os pontos em cerca de seis quilômetros para quem anda de carro.

Nova ponte diminui o trajeto diário do trabalhador Raimundo Nonato (Foto: Divulção)

Para o trabalhador Raimundo, que utiliza o transporte público, essa distância era ainda maior. Por causa das linhas de ônibus que cortam a Grande Ilha, o trajeto que o Raimundo fazia era mais que o dobro de tempo que ele percorre hoje. “A gente ia para o Terminal da Cohab, dava essa volta todinha pela Forquilha e ainda pegava o ônibus para ir para Ribamar. Hoje em dia, facilitou para gente porque agora é só atravessar a ponte e a avenida e pegar o ônibus para ir para casa”, disse o trabalhador que, além de conseguir um emprego nesse tempo de pandemia, hoje vê no seu trabalho a colaboração no deslocamento de tantos outros colegas.

A obra, orçada em cerca de R$ 15 milhões, abrange tanto a construção da Ponte Verde, quanto os acessos à cabeceira e a reconstrução da malha viária da região.

Martin Varão

Martin Varão

Martin Varão é técnico agrícola e eletrotécnica pelo IFMA. Graduado em jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão. Começou a trabalhar profissionalmente em 1992 na Tv São Luís/RedeTv. Depois passou por emissoras como Tv Difusora/SBT, onde exerceu as funções de repórter, editor-chefe e apresentador do Maranhão Rural por 10 anos). Na Tv Cidade/Record foi editor-chefe, repórter e apresentador do Programa Maranhão Empreendedor. Mantém o blog desde novembro de 2012. Contato: zap (98) 98470 0727

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *