As pessoas passam, as instituições permanecem!  Jornal ‘O Estado’ – patrimônio do povo do Maranhão…

As pessoas passam, as instituições permanecem!  Jornal ‘O Estado’ – patrimônio do povo do Maranhão…

O Sistema Mirante de Comunicação – empresa  detentora dos direitos de impressão e circulação de ‘O Estado do Maranhão’ lançou uma nota triste e melancólica com o tamanho, a responsabilidade e a história que o jornal  tem com o povo desse Estado.

No ponto de vista econômico e pragmático pode parecer justificável, mas jornais como New York Times(EUA), Folha de São Paulo, Estadão continuam on-line. E como fica o patrimônio imaterial?  Milhares de leitores, jornalistas  e profissionais, anunciantes colaboradores  que foram contemporâneos desse importante veículo de comunicação se sentem enlutados com o fim desse periódico que fez parte da vida de muita gente.

Fundadores: O nascedouro de O Estado, ainda como Jornal do Dia, se deu na Rua de Santana, Centro, sob o comando de Walbert Pinheiro. A mudança de nome para O Estado do Maranhão ocorreu em 1973, em uma iniciativa do então governador José Sarney e do poeta Bandeira Tribuzi, que assumiram o comando do periódico.

Quem é maior na memória dos maranhenses? jornal ‘O Estado’ ou  Imirante? Só capacidade de resiliência pode  responder…

Como sugere nossa indagação:

‘As pessoas passam, as instituições permanecem!  Jornal O Estado – patrimônio do povo do Maranhão…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *