“O presidente faz uma matemática da morte”, diz Flávio Dino

“O presidente faz uma matemática da morte”, diz Flávio Dino
Em entrevista à revista Fórum, Flávio Dino afirmou que governadores e prefeitos têm feito a sua parte e que a questão econômica cabe ao presidente da República
Nesta quarta-feira (25), o governador Flávio Dino concedeu entrevista ao Programa Fórum 11h30, onde ressaltou que continuará seguindo as orientações da ciência e dos profissionais de saúde. “Infelizmente o presidente mostra muita confusão e não sabe ao certo para onde vai. Apenas ele possui essa visão de que a vida pode ser sacrificada”, disse Dino ao Programa Fórum.
 
Flávio Dino falou sobre o valor de “toda vida humana”, que deve ser respeitada e, que, por isso, o pronunciamento desastrado do presidente não irá alterar a linha de trabalho do Governo do Maranhão. “Com ponderação, cuidado, proporcionalidade seguimos o isolamento. Fazendo tudo com prudência e cautela, mantendo atividades que continuam a funcionar: como a manutenção dos trabalhos dos caminhoneiros, provimento de produtos e serviços essenciais à sociedade”, concluiu o governador do Maranhão.
República dos Governadores
 
Flávio Dino afirmou que governadores e prefeitos têm feito a sua parte e que a questão econômica cabe ao presidente da República. “Basta olhar para os outros países. São os presidentes quem estão liderando todo o processo. Se ele não souber o que fazer que ele renuncie ou que ele peça uma licença”, disse Flávio Dino.
 
Na entrevista, Dino afirmou que se houver expansão do coronavírus são os profissionais de saúde as pessoas que ficarão mais expostas. “Precisamos fortalecer a nossa união para conter as atitudes irresponsáveis do presidente, fortalecendo as instituições que estão querendo fazer o seu papel” concluiu o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *