Edvaldo seria o ‘curinga’ ou o produto ‘adstringente’ na eleição de 22?

Edvaldo seria o ‘curinga’ ou o produto ‘adstringente’ na eleição de 22?

O ‘curinga’ no futebol é aquele jogador tem qualidades equivalentes para jogar em todas as posições, sem necessariamente ser um grande jogador de destaque.  Assim é o prefeito Edivaldo Holanda Júnior(PDT).

Na química  – numa analogia bem distante,  Holandinha seria um produto adstringente – que reage com proteínas tanto estruturais quanto enzimáticas. Do ponto de vista político-ideológico poderia se dizer que Edivaldo nem fede e nem cheira. Não se envolve em polêmicas e nunca tem opinião formada sobre nada. Mas para a ‘guerra intestina’ e fraticida  que se digladiam pela disputa do poder  dentro do grupo ele tem uma função determinante.

No auge da ‘guerra fria’, ele sempre surge como ‘bombeiro’. – Então vamos ficar assim: – Nem eu e nem você, vamos botar o Edivaldo. Ele  tem fama de bom de voto, carismático e  uma carreira vitoriosa – sem nunca ter perdido uma eleição. Pode ser de novo a carta na manga  no jogo sucessório dos Leões na eleição de 2022. Assim é forma de se proteger os anéis e os dedos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *