Projeto de Weverton proíbe corte de água e luz durante a pandemia e anistia consumidores de baixa renda

Projeto de Weverton proíbe corte de água e luz durante a pandemia e anistia consumidores de baixa renda
O senador Weverton (PDT-MA) apresentou, nesta sexta-feira (20) projeto de lei que cria a Tarifa Social Emergencial de Água, Esgoto e Energia Elétrica. A proposta prevê anistia, em caráter emergencial, das contas de água, esgoto e energia elétrica para consumidores de baixa renda nos próximos 90 dias. O texto proíbe ainda o corte dos serviços no mesmo período e veda a redistribuição desses valores na conta dos outros consumidores.
Pelo projeto, consumidores de 20 metros cúbicos de água por mês e até 200kwh de energia por mês terão desconto de 100% em suas contas de água e luz. Além disso, não pode haver cortes em função de atrasos.
 “A crise, gerada pela pandemia do coronavírus, vai se aprofundar. Muitas pessoas, que estavam se virando como informais, vão perder renda e elas precisam ser protegidas”, afirmou Weverton. 
O senador lembrou ainda que haverá casos de pessoas que ficarão impossibilitadas de sair de casa para pagar contas, razão pela qual não faz sentido permitir o corte dos serviços. “Este é um momento que requer união e solidariedade, não podemos permitir que as famílias fiquem sem serviços essenciais no meio de uma pandemia, principalmente água, que é algo fundamental para a prevenção”, explicou.
 
O senador Weverton (PDT-MA) apresentou, nesta sexta-feira (20) projeto de lei que cria a Tarifa Social Emergencial de Água, Esgoto e Energia Elétrica. A proposta prevê anistia, em caráter emergencial, das contas de água, esgoto e energia elétrica para consumidores de baixa renda nos próximos 90 dias. O texto proíbe ainda o corte dos serviços no mesmo período e veda a redistribuição desses valores na conta dos outros consumidores.
Pelo projeto, consumidores de 20 metros cúbicos de água por mês e até 200kwh de energia por mês terão desconto de 100% em suas contas de água e luz. Além disso, não pode haver cortes em função de atrasos.
 “A crise, gerada pela pandemia do coronavírus, vai se aprofundar. Muitas pessoas, que estavam se virando como informais, vão perder renda e elas precisam ser protegidas”, afirmou Weverton. 
O senador lembrou ainda que haverá casos de pessoas que ficarão impossibilitadas de sair de casa para pagar contas, razão pela qual não faz sentido permitir o corte dos serviços. “Este é um momento que requer união e solidariedade, não podemos permitir que as famílias fiquem sem serviços essenciais no meio de uma pandemia, principalmente água, que é algo fundamental para a prevenção”, explicou.
Martin Varão

Martin Varão

Martin Varão é técnico agrícola e eletrotécnica pelo IFMA. Graduado em jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão. Começou a trabalhar profissionalmente em 1992 na Tv São Luís/RedeTv. Depois passou por emissoras como Tv Difusora/SBT, onde exerceu as funções de repórter, editor-chefe e apresentador do Maranhão Rural por 10 anos). Na Tv Cidade/Record foi editor-chefe, repórter e apresentador do Programa Maranhão Empreendedor. Mantém o blog desde novembro de 2012. Contato: zap (98) 98470 0727

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *