Projeto promete revolucionar o Centro Histórico da capital

Projeto promete revolucionar o Centro Histórico da capital
O secretário das Cidades e Desenvolvimento e Desenvolvimento Urbano do Estado do Maranhão, Rubens Júnior, acompanhou na tarde desta quinta-feira (26), mais uma rodada de visitação aos prédios públicos do Centro Histórico de São Luís, que integram o edital Adote um Casarão. Essa foi a terceira rodada de vistorias, que acontecem nas terças e quintas-feiras, e contou com a presença de aproximadamente 25 empresários e empreendedores de diversos segmentos do comércio interessados em investir na capital.
 
Os casarões estão localizados nas ruas da Palma, Ribeirão, Estrela, Giz, Portugal e praça João Lisboa. Rubens Pereira Júnior explicou como a administração pública estadual está administrando o projeto.“São 10 imóveis da região central da cidade para que sejam cedido por 30 anos, gratuitamente, para exploração de alguma atividade econômica. Com ações concretas como essa, o Governo avança, gera emprego e renda, incentiva novos negócios, promove a ocupação sustentável, reduz os vazios urbanos e, com isso, quem sai ganhando é todo estado”, disse.
 
Para o empresário do setor de restauro patrimonial, George Lago, o programa é o que o empresário precisa. “O governo está no caminho certo implementando políticas públicas voltadas para fomento do comércio local e revitalização do Centro Histórico. Gostamos de dois prédios e estamos analisando ainda alguns detalhes”, afirmou.
 
Já a empreendedora Arianã Santos da Cruz achou interessante esse “novo olhar” do governo para o Centro de São Luís. “Eu vejo que é uma nova oportunidade, não só de comércio mas para o resgate e valorização da nossa cultura e história, que são tão ricas e com grande diversidade. A proposta vai impulsionar as ideias, os valores e os saberes maranhenses”, frisou a empreendedora.
 
Ao todo, já participaram das visitações cerca de 70 empresários e, para os que têm interesse, basta entrar em contato pelo email: nossocentro@secid.ma.gov.br.
 
Formas de participação
 
O secretário explica ainda que poderão participar do presente concurso pessoas físicas ou jurídicas, individualmente ou em consórcio, ou seus representantes legalmente constituídos. Os consórcios que poderão participar deste edital devem ser de caráter estritamente econômico ou de interesse, entre pessoas físicas ou jurídicas de direito privado, com ou sem fins lucrativos, visando ao usufruto das contrapartidas de maneira distinta, conforme finalidade específica de cada um dos entes consorciados.
 
Os interessados deverão encaminhar as propostas de ocupação de cada imóvel desejado num prazo de até 45 dias, a partir da publicação deste Edital, para a Comissão de Acompanhamento do Programa Adote um Casarão (CAPAC), dando entrada no Setor de Protocolo da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), situada à Avenida G Avenida Getúlio Vargas, 1908, Monte Castelo, São Luís – MA, CEP: 65030-005, de segunda a sexta-feira, no horário das 13:00 às 18:30 horas. É possível que um mesmo particular ou consórcio apresente propostas para mais de um imóvel listado no edital.
 
O certame do Adote um Casarão faz parte das ações do Programa Nosso Centro realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secid. O edital Adote um Casarão foi lançado no dia 6 de setembro, e o prazo final para habilitação das propostas será dia 23 de outubro.
Martin Varão

Martin Varão

Martin Varão é técnico agrícola e eletrotécnica pelo IFMA. Graduado em jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão. Começou a trabalhar profissionalmente em 1992 na Tv São Luís/RedeTv. Depois passou por emissoras como Tv Difusora/SBT, onde exerceu as funções de repórter, editor-chefe e apresentador do Maranhão Rural por 10 anos). Na Tv Cidade/Record foi editor-chefe, repórter e apresentador do Programa Maranhão Empreendedor. Mantém o blog desde novembro de 2012. Contato: zap (98) 98470 0727

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *